sábado, 17 de novembro de 2012

Entrevista aos autores do blog A Linguagem das Folhas

Já sigo o blog A linguagem das folhas à algum tempo e decidi fazer uma entrevista para conhecer um pouco os autores, a Mariana e o Nelson.

Como é que surgiu o blog A linguagem das folhas? 

Mariana: Olá Liliana, antes de mais obrigado por me quereres fazer esta entrevista e desculpa a demora. O blog “A Linguagem das Folhas” surgiu de uma forma inesperada. Primeiro seria um projecto só meu no âmbito da disciplina de biologia, mas como passado uns dias percebi que não haveria forma de o escrever sem o Nelson, este blogue cresceu como um blogue de nós os dois, um blogue conjunto entre duas pessoas que se apoiam mutuamente em questões ambientais (e não só) e que se preocupam realmente com essa temática.

Nelson: Dada a nossa visão conjunta sobre as questões ambientais e sobre o papel que podemos desempenhar para melhorar o Mundo, a Mariana teve a bela ideia de me propor que tivéssemos um blog conjunto para expormos essa nossa visão

Porque o nome A linguagem das Folhas?

Mariana: Boa pergunta. Nunca houve uma razão específica para ser esse o nome. Acho que não haveria outro nome que não esse para o blogue. Afinal nós estamos a defender uma linguagem que nem sempre é ouvida e compreendida, uma língua falada pela Natureza em geral: folhas, mar, ar, terra, fogo. Mas como a íamos defender escrevendo, o mais adequado seria ser a Linguagem das Folhas. Folhas de papel, folhas de àrvores.

Ambos escrevem no blog A linguagem das folhas, como é que se conheceram e como é que surgiu a ideia de estarem juntos neste projecto?

Mariana: Conheci o Nelson devido aos vários interesses que tínhamos em comum. E desde ínicio nos demos bem, compreendiamo-nos e tínhamos vários objectivos em comum. Abarcar com ele este projecto, como já disse, era a única forma do projecto existir. 

Nelson: Conheci a Mariana através da antiga rede social "Hi5", quando expus um dos meus livros favoritos "Dormir Nú é Ecológico" e recebi um comentário da Mariana. Desde aí, começámos a falar e a perceber que tínhamos bastante em comum no que toca a preocupações ambientais. A ideia surgiu precisamente do que tínhamos em comum, e com o tempo reparámos que ao mesmo tempo nos completávamos.. A Mariana com mais experiência em blogues e mais virada para os eventos e notícias ecológicas e eu mais virado para as inovações na tecnologia verde e energias renováveis, permitindo assim uma maior variedade ao nosso blog.. Infelizmente agora trabalho e a Mariana está na Univ., a disponibilidade já não é tanta, mas sempre que arranjamos um tempinho, lá postamos (:

Como surgiu o vosso interesse pela protecção ambiental?

Mariana: Não houve um momento explícito em que me lembrei que afinal devia preocupar-me com o estado do planeta. Foi algo que foi incutido na minha educação, cresci em contacto com a Natureza e é das coisas que mais gosto que me conforta e admiro. Quando comecei a pensar no que se anda a passar, comecei a informar-me mais e a tentar agir mais em prol de algo que tanto gosto e tanto que significa para mim. Já diz o Caetono Veloso: “quando a gente gosta é claro que a gente cuida”. 

Nelson: O meu interesse surgiu com a informação que fui adquirindo ao longo da vida, e que foi dando a conhecer as imensas injustiças que existem no Mundo e a urgência em mudar mentalidades, para que as gerações futuras possam usufruir dos recursos/paisagens/... deste nosso planeta de forma igual ou melhor que nós. =)

Como conheceste o meu blog Verdade Verde no Preto? 

Mariana: Na realidade não e lembro. Houve uma altura em que devorei a maior parte dos blogues portugueses sobre questões ambientais, deve ter sido nessa pesquisa que encontrei o teu. E fico muito feliz por o encontrar. 

Nelson: Confesso que não conhecia.. Falou-me a Mariana, quando me disse que lhe tinhas feito umas perguntas acerca do nosso blog.. Mas pelo que já vi, gostei bastante dos teus separadores "To Do List" e "Agenda".. Podem tornar-se excelentes ferramentas para quem está atento aos "blogs verdinhos" (:

Tens alguma sugestão para melhorar o meu blog? 

Mariana: Que tal continuares com aquele projecto de seres mais ecológica e publicá-lo mais frequentemente essa luta?

Nelson: Reparei que tens muitas notícias do greensavers ou do naturlink.. A minha sugestão, vai no sentido de tentares acrescentar um pouquinho de ti às noticias que publicas.. Falares sobre a noticia, qual a tua opinião.. porque muita gente visita o greensavers e o naturlink e lê logo lá as noticias directamente. Assim se acrescentares coisas/factos interessantes às noticias, o teu blog também irá ser muito mais interessante de se ler.. E lembra-te o importante não é quantidade de post's e leitores, mas sim a qualidade (^.^)

Nelson, fazes parte de mais algum projecto ambiental?

Faço parte do Limpar Covilhã (e agora Florestar a Covilhã), sou sócio da Quercus, e aderi à rede social de "transição e permacultura" com vista conhecer mais esta forma de estar na vida que é a permacultura. De resto, cumpro só a minha função de activista online através da petições que vou recebendo, principalmente da Greenpeace, da qual também pretendo vir a tornar-me sócio. Ah.. e trabalho na área das energias renováveis! (*.*)

Mariana, em maio de 2012 criaste o Chá e Girassóis e desde então tenho acompanhado o crescimento do teu blog, estavas há espera de tantas pessoas a acompanharem o teu blog?

Não, de forma alguma. Já tinha tido um blogue anterior que até teve bastante público. Mas tal como o blog “Chá & Girássois” é diferente de todos os que já tive, também o público é. Vendo bem o blogue só teve ínicio em Maio e está a crescer bastante bem. Creio que também depende como olho para o blogue agora. Não me importa os números, importa-me a relação entre os leitores. E embora nem sempre tenha tempo para responder com atenção a todos os comentários é bastante gratificante ver que me lêem e que de alguma forma o que escrevo é interessante para alguém.

Um dos teus projectos é o "Projecto cartas cruzadas" estavas há espera que tivesse tanta adesão?

Quando criei o projecto “Cartas Cruzadas” foi mais para tentar. E pensei eu ser uma tentativa sem sucesso. Enganei-me redondamente. Não tinha a noção que tantas pessoas – como eu – gostam de escrever cartas e mais do que isso não tinha a noção que tantas pessoas precisavam de receber uma carta. Desta atenção especial.

No teu blog mostras muitas receitas vegetarianas, há quanto tempo és vegetariana?

Sou vegetariana há três anos e mais um tempinho.


Muito obrigada a ambos por me responderem a esta pequena entrevista, gostei muito de ver o vosso ponto de vista do vosso e do meu blog. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradeço antecipadamente o teu comentário, espero que tenhas gostado deste espaço. A tua Opinião conta muito para mim! Obrigada