quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Testemunho de um ano de mudança

Decidi há precisamente um ano que ia me tornar vegetariana. O inicio não foi fácil, primeiro ia reduzindo a quantidade de refeições com carne e peixe para o meu organismo não estranhar a mudança depois, veio a não aceitação deste meu regime alimentar por parte de algumas pessoas que eu convivia diariamente e também nesta altura tive grande apoio por parte de algumas pessoas vegetarianas, das quais quero destacar aqui a Mariana (do blog chá e girassóis) e a Inês Almeida, que sempre estava disponível quando eu tinha alguma dúvida.

Em Janeiro decidi que apenas no meu local de trabalho iria consumir refeições não vegetarianas, já que lá ofereciam-me as refeições e aí começou o verdadeiro desafio. Muitas das vezes não sabia o que cozinhar então, pesquisei receitas pela internet, comprei livros (já me tinham oferecido um pelo natal na troca de prendas no trabalho) e lá pus mãos à obra. Podem ver algumas das receitas aqui

Deixei de consumir carne em Março e peixe acho que foi em Maio (não tenho a certeza), muitas das vezes perguntam-me se eu tenho saudades de comer carne ou se deixei de a comer porque não gostava. E algumas pessoas que me conhecem ficam surpreendidas de eu ter escolhido ser vegetariana, também mandam piadas (como acabei de comer um bitoque) mas essas passam-me ao lado.

Um dos desafios é quando tenho jantares com amigos em restaurantes ou algum evento que vou, pois os restaurantes têm pouca variedade para vegetarianos e acabo por comer uma omelete e legumes. Também já me aconteceu eu e uma amiga fomos obrigadas a jantar fora (não tinha electricidade em casa) e ela foi buscar o jantar dela ao Mc Donald's e eu ir jantar a um restaurante que servia alguns pratos vegetarianos (nessa altura era o único que conhecia que tinha pratos vegetarianos aberto aos jantares).

Quem já acompanha o blog à algum tempo sabe que eu tive várias duvidas em relação a alguns produtos de origem animal, como por exemplo o leite, os iogurtes. Bem neste momento consumo muito pouco leite e consumo mais iogurtes. Estive uns tempos apaixonada pelos iogurtes de soja mas desde que fiquei mal disposta depois de consumir um, não consegui consumir mais, bem como a maior parte dos produtos derivados da soja.

Ainda tenho dúvidas em relação as refeições, porque as vezes não sei o que vou comer mas tenho a certeza de com o tempo dessas dúvidas vão dissipar. 

2 comentários:

  1. Olá! Com o tempo, as coisas melhoram e tornam-se naturais. A desconfiança por parte das outras pessoas é também preocupação - como a maioria das pessoas se alimenta de outra forma, pensa que vais ficar doente se não comeres como elas: tudo passa! Quanto aos restaurantes, aponta para os acompanhamentos - qualquer restaurante (excepto os restaurantes da moda) te ser vem um prato de batatas com legumes, arroz de tomate ou arroz de feijão (cuidado com o chouriço neste último)! Beijinho e parabéns pelo caminho percorrido

    ResponderEliminar
  2. Essas dúvidas vão-se dissipando! ;)
    Força, continua e só te vais sentir melhor!

    ResponderEliminar

Agradeço antecipadamente o teu comentário, espero que tenhas gostado deste espaço. A tua Opinião conta muito para mim! Obrigada