quarta-feira, 12 de junho de 2013

11 espécies de tartaruga em vias de extinção

Aqui fica mais uma lista que o greensavers disponibilizou no seu site.

Com este post começa então a Nova rubrica que vocês escolheram relativamente aos animais em vias de extinção - Biodiversidade em risco - Que será publicada sempre ás quartas feiras.

Tartaruga radiada - Esta tartaruga é nativa do sul de Madagáscar. As ameaças à espécie incluem a perda de habitat, o comércio de animais e a caça para ser comida por humanos. Se for deixada por sua conta num habitat saudável, esta tartaruga pode viver mais de 100 anos – o mais antigo membro conhecido da espécie viveu até aos 188 anos.



Tartaruga pintada de água doce - A espécie é encontrada no Brunei, na Indonésia, na Malásia e na Tailândia. Entre 1986 e 1996, passou de “vulnerável” para “criticamente em perigo”.



Tartaruga angulada de Madagáscar - Esta espécie tem sido caçada para alimentar o comércio ilegal de animais de estimação, sendo que a ameaça da caça furtiva continua a aumentar. A população actual ronda apenas os 200 animais adultos em estado selvagem.



Tartaruga de Kemp - Esta é a mais rara tartaruga marinha do mundo e pode ser encontrada no oceano Atlântico, ao longo da costa leste dos Estados Unidos, desde New Jersey até ao Golfo do México. A pesca de arrasto do camarão é o maior perigo para a espécie, bem como a perda de habitat – as fêmeas retornam todos os anos a uma única praia para desovar.


Tartaruga da floresta filipina - Esta espécie tem escudos vertebrais em forma de ginkgo na carapaça e uma risca clara em toda a cabeça. Descrita pela primeira vez em 1920, temeu-se que a espécie estivesse extinta até ser redescoberta em 2001. O comércio ilegal de animais de estimação é a sua principal ameaça.



Tartaruga achatada - Esta tartaruga tem um habitat extremamente limitado – ela vive num único sistema de drenagem no Alabama, Estados Unidos, que representa apenas cerca de 7% de seu habitat histórico. Embora o perigo de uma maior perda de habitat tenha terminado, não há solução clara para a restauração do que já se perdeu. As suas maiores ameaças são agora a poluição e a sedimentação proveniente de uma mina de carvão a céu aberto nas proximidades do local.


Tartaruga de cabeça amarela - A espécie é nativa da província central chinesa de Anhui e é considerada uma das 25 espécies de tartarugas mais ameaçadas do mundo – menos de 150 permanecem em estado selvagem. O Jardim Zoológico de Bronx comemorou em Dezembro de 2012 o nascimento de cinco destas tartarugas em cativeiro.

Tartaruga vietnamita - Esta tartaruga de água doce é encontrada no sudeste asiático, em zonas de floresta em altitude. Existe uma grande variedade de subespécies, caracterizadas ​​por diferenças na coloração da carapaça.



Tartaruga de McCord - Esta espécie é nativa da China e não tinha sido descrita até 1988, quando foi vítima do tráfico animal chinês – e só 19 anos mais tarde é que foi encontrada na natureza. É uma espécie muito procurada pela medicina tradicional chinesa e por coleccionadores de tartarugas. É esta procura que a torna numa das espécies de tartarugas endémicas chinesas mais ameaçadas.


Tartaruga de couro - Esta é a maior de todas as espécies de tartarugas vivas e é o quarto maior réptil moderno. Em vez de uma carapaça óssea, ela tem uma cobertura de pele e carne oleosa. Pode ser encontrada nos oceanos de todo o mundo e é muitas vezes vítima das pescas. Isso e a ingestão de plástico nos mares são as maiores ameaças que enfrenta a espécie.


Tartaruga de escamas

Esta espécie de tartaruga marinha enfrenta uma série de ameaças, incluindo a sobreexploração dos seus ovos nas praias de nidificação, a perda e degradação de habitats, a captura de juvenis e adultos em áreas de alimentação e a pesca de arrasto.



1 comentário:

  1. Fiz um projeto com os meus meninos sobre as tartarugas e uma das coisas que falámos foi exatamente disto: daquelas que estavam em perigo. Foi triste ver a cara deles ao saberem que nem todas as pessoas eram amigas das tartarugas. E é uma pena que em pleno século XXI este animal (e outros) continuem a ser caçados de uma maneira primata. O Homem faz muitas coisas erradas e esta é sem dúvida uma delas.

    ResponderEliminar

Agradeço antecipadamente o teu comentário, espero que tenhas gostado deste espaço. A tua Opinião conta muito para mim! Obrigada