quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Culturas agrícolas atingiram o seu pico global

A quantidade de terra usada para cultivo em todo o mundo está no seu auge e uma área com duas vezes o tamanho de França pode voltar à natureza em 2060, devido à maior produtividade dos solos e a um crescimento mais lento da população.

Um relatório divulgado esta semana diz que a humanidade alcançou o pico das culturas agrícolas. Isto entra em conflito com estudos da ONU que adiantam que serão necessárias mais terras cultiváveis nas próximas décadas, de modo a evitar o aumento da fome e dos preços, à medida que a população mundial cresce além dos sete mil milhões.

Este novo estudo calcula que a utilização de mais culturas para biocombustíveis e um maior consumo de carne em economias emergentes, como a China ou a Índia – exigindo mais terras cultiváveis para alimentar o gado –, não irão compensar a queda do pico causado por uma melhor produtividade.

Se isto se confirmar, a terra libertada a partir das colheitas será 10% da que está actualmente em uso – o equivalente a 2,5 vezes a área total de França ou mais do que todo o território arável agora cultivado na China.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradeço antecipadamente o teu comentário, espero que tenhas gostado deste espaço. A tua Opinião conta muito para mim! Obrigada